14 de abril de 2009

A Cada Instante;

E quem um dia irá dizer que existe razão nas coisas feitas pelo coração?

Às vezes penso que os sentimentos mais bonitos começam a desabrochar na primavera, assim como as flores do campo. Claro, só te conheço assim, informalmente. Mas sinto que isso nada influencia no sentimento que reina em nós dois. Estou condenada a não sentir o seu cheiro, de ver o seu sorriso ou escutar a sua voz, isso me deixa horrivelmente angustiada. Mas confesso que sou portadora do sentimento mais traiçoeiro, a esperança. A esperança de um dia te encontrar, mesmo estando convicta de que estamos há milhas e milhas de distância e as chances de nossos olhares se encontrarem é bem pouca.
Mesmo assim, meu coração insiste em bater mais forte quando penso em você. E não fico tão triste em saber que estamos tão longe um do outro, se quer saber. Nossos corpos estão distantes, mas nossos pensamentos estão focados apenas em nós dois. E isso é o que me conforta, saber que sou correspondida apesar de tudo.
Nós desfrutamos do mesmo céu, para apreciar e lembrar das besteiras que conversamos, dos planos que fizemos. Hoje sinto que não sei como viver sem você. É tudo tão confuso! Nunca pensei que encontraria uma pessoa como você, assim tão perto, e ao mesmo tempo tão longe.
É mais forte do que eu, a única coisa que eu sei fazer é pensar em você a cada instante.

[...] Porque Te amo y no puedo llegar un momento lejos de ti.

Nenhum comentário:

Postar um comentário