29 de agosto de 2009

Deixa acontecer;

Há um tempo, eu tinha a mania de planejar toda a minha vida e tentar seguir tudo o que planejava a risca. Queria estudar jornalismo, ficar solteira até os trinta anos e depois quem sabe casar com um cara com bom nível social e ter três filhos. Enquanto eu sistematizava a minha tragetória, sequer percebia que estava perdendo parte dela. Enquanto eu buscava seguir tudo o que programava, apareceu alguém que fez tudo o que construí cair por terra. Ele não estava nos meus planos, mas quem disse que ele se importava? Talvez ele não saiba, mas desencadeou uma série de mudanças repentinas e contínuas, que não paravam de me atormentar. Mas o que mais me frustrava era o fato de que eu não tinha controle sobre mim mesma. Me esforcei para evitar estragos maiores, mas tudo parecia em vão. Demorei tanto tempo para perceber que não adianta tentar fazer tudo do meu jeito, e hoje me arrependo de ter perdido parte da minha juventude com tudo isso. Cansei de fazer planos, e agora entendo o que as pessoas queriam dizer quando diziam deixa acontecer.

Bom, a paixão por jornalismo ainda mora em mim, mas não sei se vai adiantar muito eu tentar planejar minha vida afetiva. Afinal, como a minha vida vai ter alguma graça se estiver toda programada?

Nenhum comentário:

Postar um comentário