12 de agosto de 2009

A liberdade que me consome;

Minha atual vontade é de correr até a Califórnia e sentir a água marinha banhar meus pés, cantar e procurar inspiração até mesmo debaixo dos pequenos grãos de areia que são trazidos pelo mar azul. Quero respirar fundo, gritar bem alto e chorar sem medo de olhares curiosos. Quero sentir a chuva molhar o meu rosto novamente, e sentir o manto da paz me ninar.

Quero ser livre, para amar quem eu quiser, mas sem acabar presa na gaiola do relacionamento; eu não gosto de regras. Eu preciso mais do que nunca, amar. Beijar até morrer de amor; mas também preciso da minha liberdade, preciso poder abrir os braços para quem eu quiser, preciso ter meus amigos.

Eu preciso de alguém, que goste tanto da liberdade quanto eu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário