6 de setembro de 2009

As formigas me entenderiam;

Às vezes me pego perguntando para os meus botões por que ando tão perdida, perdida de um modo que não sei explicar. Não sei que rumo tomar, embora tenha feito vários planos. Minha vontade atual é de jogar tudo para o alto e viver somente de tomate e alface, e do que eu escrevo; queria muito poder colocar o essencial dentro de uma mala e partir sem um rumo certo, conhecer o mundo, não me apegar às pessoas ou bens materiais. Eu acho que essa é uma vida perfeita, por mais que me critiquem e me chamem de louca por me sentir feliz, só de pensar na possibilidade de partir sem machucar a ninguém. Mas eu estou presa aqui dentro, me sentindo um lixo por não poder fazer absolutamente nada além de observar, e ver a minha vida indo embora.

E eu me pergunto novamente o que vou fazer daqui pra frente. Alguma faculdade, quem sabe. Mas ultimamente minha maior prioridade é comprar uma casa e sair do ninho que eu chamo de casa, é. Eu vou sair daqui, e parar de fazer planos.

Um comentário:

  1. PRA DIVULGAÇAO DE BLOGS:

    http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=93937074

    ResponderExcluir