25 de setembro de 2009

Por Antecipação;


Por antecipação, pensei que daria certo. Pensei que seria perfeito. Construí sonhos, destruí alguns. Pensei em possibilidades, procurei hipóteses. Pensei que tudo que imaginei até aqui, daria certo. Fiz um castelo de areia, como uma criança na praia, e por fim, vi as ondas o destruírem e levá-lo para longe.
- Precisa parar de fazer planos. – disse a mim mesma.
A dor que eu senti naquele momento, nenhuma outra pessoa no mundo pode imaginar, pois não existem situações iguais ou parecidas, cada um sabe quanta esperança depositou em determinado sonho e sabe também o quanto foi duro deixar para trás.
No fim das contas as dores são todas nossas, estamos sozinhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário