3 de outubro de 2009

Coração Leviano;

Não sei amar pela metade, não consigo não me entregar por inteiro. Eu não consigo não escutar o meu coração, e nem manter a mesma opinião. Sou de lua, mudo de ares e gostos repentinamente. Choro e dou risada abundantemente. Sou calma, mas também consigo ficar nervosa. Sou muito esquecida, mas há coisas que são impossíveis de não lembrar.

Um comentário: