2 de abril de 2015

(...)



É exatamente assim dessa forma que vejo:
O mundo lá fora é cinza e sem graça, petulante, nos obrigando a sair com esse frio e enfrentar tudo o que possa ocorrer.
E vai ocorrer.
Mas aqui dentro...
Ahh, aqui dentro!

É de uma satisfação tão intensa, que palavras não são o suficiente para explicar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário