21 de agosto de 2015

Estatística;

Num começo de noite dessas de primavera, fim de ano, estava eu caminhando quando encontrei em um bar um amigo de escola que há muito não conversava. Jogamos vinte minutos de sinuca e tomamos uma breja quando aquele Astra preto estacionou em frente ao bar e de dentro dele saiu dois homens armados cujo a cara mal pude ver pois já estava ao chão ensanguentado.
Pensei em minha mãe, e logo ela estava a berrar ao lado de meu corpo sem que eu pudesse ouvir.
Dias após a grande Mais uma Chacina da Periferia, minha mãe escutava entre lágrimas a televisão dizer que muita gente que morreu não tinha passagem pela polícia, porém, o que estava fazendo na rua altas horas da noite?
Fiquei sem entender. Afinal, quem está errado, quem atirou em mim, ou quem estava tentando se divertir no bar?

Desde quando existe esse toque de recolher?

Nenhum comentário:

Postar um comentário