3 de novembro de 2015

"Cara, eu não sei explicar bem como é isso...

Mas eu me pergunto várias vezes se a minha existência é verdadeira."

Um comentário: