30 de novembro de 2016

Abri a caixinha e deixei que descobrissem tudo de mim.
O que não era meu, devolvi.
Agora me sinto melhor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário